Banca de TCC Sarah Leão Lopes

Anúncios

Banca de TCC – Guilherme Rodrigues

Monitoria para a IUAES

ABERTO EDITAL PARA ESTUDANTES DE ANTROPOLOGIA

Carxs, transmito mensagem da Profa Miriam Grossi:

Como vocês verão no edital, aceitaremos como monitores estudantes de antropologia de todo o Brasil e países de América Latina, desde que tenham trabalho aceito no Congresso. 

Modalidade 2 (Estudantes de outras partes Brasil, América Latina e outros países do mundo) – Estudantes de cursos de graduação e pós-graduação em Antropologia, Arqueologia, Ciências Sociais, Museologia e áreas afins de Instituições de Ensino Superior sediadas no Brasil, América Latina e outros países do mundo. 

Inscrever-se e apoiar o congresso como monitor/a permitirá a isenção do pagamento de inscrição no congresso, demanda que temos recebido diariamente de muitos estudantes de vários lugares do país.

Pedimos que divulguem imediatamente em suas universidades e junto à seus/suas estudantes com conhecimento de línguas estrangeiras pois as inscrições no congresso continuam abertas até 25 de março e esta inscrição de trabalhos é pré-requisito para a inscrição como monitor/a na Modalidade 2.

II. Pré-requisitos para inscrição na Monitoria do 18o Congresso Mundial da IUAES
Modalidade 2

1. Ter trabalho acadêmico aceito no congresso.


2. Ter conhecimento de espanhol ou português (para estrangeiros),
preferencialmente ser fluente em inglês e/ou francês e/ou outras línguas. 


Abraço.
Miriam Grossi

Denise Schaan se foi …

Como escreveu a pouco William Balee “a noticia viajou rapidamente pelo mundo arqueológico, pois  Denise Pahl Schaan foi pesquisadora de grande importância para a Arqueologia da Amazônia e deixou uma assinatura importante na Arqueologia da região como um todo.” Foi presidente da Sociedade Brasileira de Arqueologia (SAB) , profissional como poucas, trabalhava na Amazônia em muitos lugares: Marajó, Xingu, Tapajós, Serra Leste e tantos mais, reuniu sempre equipes multiprofissionais e internacionais. Era uma liderança importante na Arqueologia e Antropologia no Brasil e no mundo. Escreveu muitos trabalhos os quais possuíam muitas faces, saía do acadêmico e entrava nos paradidáticos com desenvoltura, estando sempre disposta a trabalhar um pouco mais.

Na Universidade Federal do Pará (UFPA) tornou-se docente e, com competência, criou e consolidou em pouco tempo o campo da Arqueologia na Instituição. Conseguiu agregar profissionais e participou ativamente do ousado plano de criar um Programa de Pós-Graduação em Antropologia, dentro da melhor tradição o curso seria de mestrado e doutorado. O Programa nasceu com uma revista que chama-se Amazônica – Revista de Antropologia, que completará dez anos em 2019 e é um periódico que conquistou o respeito do campo. Sua contribuição menos de 10 anos de PPGA foi enorme, muitos foram os profissionais que formou e que nutriam por ela especial carinho. Era gaúcha, mas a Amazônia era seu chão! A falar daqui, dizia sentir-se em casa.

Profª. Jane Beltrão

Introdução à Antropologia 2017/2

Encerramento da disciplina de Introdução à Antropologia para o Curso de Museologia 2017/2

Aula no Estádio Bento Freitas

Disciplina: Cidades, Fluxos e Alteridades. Metodologia dos Cafes. Aula no Estádio Bento Freitas 15/02/2018

Duas equipes de Garra!