Vídeos / Fotos / Outros

Terra de Santo – Coleção Ensaios Fotográficos

Do Castelo ao Quilombo – Ensaio fotográfico

Ensaio fotográfico realizado nas ruínas do Castelo Simões Lopes, em Pelotas/RS, no inverno de 2016, com Eva Maria Furtado Mourão, liderança quilombola da Comunidade Rincão das Almas, São Lourenço do Sul.
O ensaio foi exposto no VIII Visualidades, evento promovido pelo Laboratório das Memórias e das Práticas Cotidianas (Labome) da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), em Sobral, CE.

Vida nos Trilhos – Ensaios Fotográficos

Memórias da Estação Férrea de Pelotas – Video

Museu de Rua para o Memorial da Estação Férrea de Pelotas – Banners

mef

Museu de Rua do Carnaval – Banners

mrc

Os Habitantes do Guaju: Um olhar etnográfico sobre o Bairro Guajuviras

Teaser Documentário: “Habitantes do Guaju”

As memórias do passado e o presente dos habitantes do Bairro, que dialogam em diferentes temporalidades sobre o mesmo espaço compartilhado constituem o centro desta narrativa fílmica. É Proposta uma viagem através dos olhares do antropólogo e seus interlocutores, juntos com o expectador que também interage, acessando eventos do encontro etnográfico. Neste ponto é onde somos convidados a conhecer este bairro na cidade de Canoas, no estado do Rio Grande do Sul. Ocupado nos términos da ditadura militar brasileira, o Guajuviras, segundo os protagonistas do documentário, conta com um importante histórico de conquista social na luta por moradia. O Bairro também porta contradições, um espaço cercado por enigmas e estigmas, que circulam através dos relatos e do imaginário de seus habitantes (de dentro e de perto), assim como dos de moradores de outras regiões da cidade (de fora e de longe). Referenciado pela mídia enquanto a Bagdá Gaúcha, tornou-se um dos primeiros territórios alvo de projetos de pacificação produzidos pelo Estado no Brasil.

Sugiro através do material etnográfico expressar um pouco deste ethos do Guaju, que desponta por meio de expressões marcadas por representações e expectativas sobre o espaço em que habitam. Unido de modo complementar ao filme documentário o texto da etnografia manifesta e ressalta aspectos contidos no processo de produção do filme, demonstrando como as imagens foram articuladas, revelando a atuação dos interlocutores, explicitando a captura de suas falas, também os silêncios, bem como o registro e a edição das cenas, sons e depoimentos. Trata-se de problematizar a responsabilidade ética e formal na representação da alteridade, através de escolhas sobre o modo de abordar, as técnicas, as intenções e as estratégias que tiveram como intuito uma aproximação deste “outro”, sua cosmovisão e suas representações.

Garra Xavante, um documentario musical

O Gremio Esportivo Brasil, equipe de futebol centenária da cidade de Pelotas-RS, é movido pelo ritmo da Garra Xavante, charanga fundada na década de 80 por Vanderlei. Juntamente com outros componentes, ele conta essa história, seus lemas e dilemas, como a tragédia que vitimou toda a equipe em 2009. Aquém e além deste intervalo narrativo, a comunicação musical entre os integrantes, os jogadores e torcedores revela saberes e paixões transmitidos, partilhados e disputados pela comunidade Xavante.

INRC – Lidas Campeiras

Saberes e Sabores da Colônia – Banners

Saberes e Sabores da Colônia – CD-ROM interativo e DVD

Saberes e Sabores da Colônia – Coleção de Vídeos

Album_Saberes_e_sabores

Lanceiros Negros: História, Memórias e Identidades no Sul do Brasil – Banners

Lanceiros Negros: Herança de Porongos

Durante a Guerra dos Farrapos, o Cerro de Porongos foi palco do massacre de Lanceiros Negros, escravos integrantes das forças rebeldes, que lutavam por sua libertação. Entre 2004 e 2007, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) realizou o Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) Massacre de Porongos, por intermédio de pesquisadores, que retornaram às coletividades envolvidas no estudo, para debater seus sentidos e perspectivas.

Roteiros Etnográficos: Tour pelas colônias – Ensaio Videográfico

A temática afro e indígena nas escolas – Ensaio videográfico

II Fórum Internacional da Temática Indígena

Auditório da Faculdade de Direito e Instituto de Ciências Humanas
14 a 16 de maio de 2012
Pelotas/RS

Visita Guiada no Cemitério da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas: Profª. Luiza Carvalho

02 de dezembro de 2012
Pelotas/RS

Tempo dos Sem Voz

Um meta-vídeo baseado em etnografia de uma oficina audiovisual para pessoas sem-domicílio em Paris.

A oferenda de Sabiá

Numa oficina de vídeo para pessoas sem-domicílio em Paris, Sabiá filma sua oferenda.

Habitantes de Rua

Em meio à ecologia do meio urbano, bandos e indivíduos nômades habitam a rua, inventando biscates, fazendo valer uma caridade, coletando e caçando sua sobrevivência dos restos da sociedade de consumo. Estes habitantes de rua desvelam olhares itinerantes sobre a cidade, divergentes da visão irradiante da sociedade sedentária.

Anúncios